): Inteligência artificial avança e facilita progresso em empresas, indústrias e escolas

Inteligência artificial avança e facilita progresso em empresas, indústrias e escolas

Para quem acompanha o mundo da tecnologia, falar sobre Inteligência Artificial, Machine Learning, robotização de processos é algo comum, um conceito já bastante familiar e que nós da NextTrends sempre abordamos por aqui, afinal esse é o nosso DNA. Mas quando o assunto vai parar nas televisões de nossas casas, em rede nacional, é que percebemos o quanto relevante e presente ele se tornou em nosso dia a dia – saindo dos escritórios para a nossa vida real.

O Jornal Nacional, da TV Globo, produziu uma série de três reportagens que mostram exemplos de como os computadores substituíram seres humanos em atividades que exigem tomada de decisão.

“A interação humana, essa do olho no olho e da troca de empatia com o outro, é desafiada por uma invenção da humanidade: a máquina treinada para pensar como os seres humanos, mas que olha a vida de outro jeito. Os robôs foram tirados da ficção científica e trazidos para o mundo real. Alguns são chamados humanóides, projetos ainda bem distantes de seres humanos”, diz a reportagem inaugural.

“O cérebro artificial é como um programa de computador, só que faz tarefas associadas a humanos. Ele usa o algoritmo, uma fórmula matemática para resolver problemas. E a máquina aprende a tomar decisões inteligentes com os dados fornecidos”, cita outro trecho da matéria.

A repórter mostra inúmeros exemplos de adoção da Inteligência Artificial, como na aviação, na sala de aula, na indústria da moda. Veja que interessante: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2019/10/07/inteligencia-artificial-avanca-e-facilita-progresso-em-empresas-industrias-e-escolas.ghtml

API’s Economy: seu novo driver de negócios

Em 2017, a revista Forbes declarou o “Ano da economia da API”. Desde então, o assunto ocupa posição privilegiada dentro das estratégias de transformação digital das empresas. E o que você ou sua empresa tem a ver com isso? Por que é importante entender o que são APIs? Quais os benefícios práticos? Interessa mesmo para quem não é da área de TI? Vamos responder a todas estas perguntas aqui, neste post!

Para começo de conversa, vamos falar sobre o que é uma API. Tecnicamente, API é a sigla de Application Program Interface, que nada mais é do que um conjunto de rotinas, protocolos e ferramentas que conectam um software a outro. Traduzindo, as APIs permitem que dois softwares conversem entre si, ainda que eles tenham sido desenvolvidos com tecnologias e linguagens diferentes. É como uma “ponte” que liga as duas pontas: seus serviços internos a seus consumidores de serviços externos.

São vários os exemplos (e talvez você nem imagine o quanto faz parte deste mundo!). Olha só, quando você acessa um site e se depara com o mapa do Google indicando a localização da empresa, isso é uma API. Sabe as milhas que você acumula no cartão de crédito? São APIs. A consulta de CEP no Mercado Livre para cálculo de frete ou para validar se o endereço de entrega existe. Adivinha? APIs! A pesquisa por hotéis no Tripadvisor, por passagens aéreas no Decolar, melhores preços no Buscapé….uma infinidade de conexões ao seu redor e você nem tinha se dado conta.

Todos esses exemplos geram lucro para as empresas envolvidas e foi isso o que a Forbes quis dizer quando utilizou a expressão “API’s Economy”. Não se trata mais de uma ferramenta técnica que interessa somente a desenvolvedores, mas sim de uma fonte de valor estratégico na economia digital atual, que permite reunir parceiros de ecossistema.

Com as APIs você consegue ter acesso a diversos dados, como o histórico de residência de seu consumidor, suas atividades nas redes sociais, sua carteira de motorista, seu CPF, informações bancárias e muito mais. Como? Conectando o seu sistema com bases de instituições como Detran, Receita Federal, Febraban entre outras. Por isso, estrategistas, líderes de marketing e executivos de parcerias que buscam alcançar um novo nível de diferenciação de mercado passaram a se interessar pelo assunto.

Big Data Analytics: veja como a análise inteligente de grandes volumes de dados pode trazer informações valiosas para o seu negócio

O aumento de demanda por interação móvel faz da internet uma plataforma de relacionamento carregada de dados, dados que podem ser captados pelas empresas por meio de APIs e transformados em valor, seja na forma de um produto específico, seja na forma de conhecimento para ativar um outro produto.

De acordo com o estudo Evolution of the API economy, da IBM, quase 70% das companhias estão buscando aumentar suas parcerias externas e voltando-se para as APIs para ajudar a criar essas pontes para outras organizações e desbloquear os dados e recursos exclusivos de cada parceiro.

Outra vantagem é que as APIs permitem que empresas de todos os portes utilizem serviços até então considerados inacessíveis, caros e complexos para se desenvolver internamente, como a computação cognitiva e a Internet das Coisas (IoT), também citados no estudo da IBM. Isso acelera o seu processo de inovação.

Saiba mais como podemos ajudá-lo na busca por dados e na integração com outras fontes.

Big Data Analytics: você sabe o que é?

Sabe aquele trabalho de pesquisa de mercado que você e sua equipe precisam fazer para lançar um produto ou serviço novo? Ou para prospectar clientes, fidelizar, identificar tendências, enfim, se manter vivo e competitivo? Esse trabalho envolve entender o cenário econômico, a concorrência, o perfil do consumidor – idade, localização, preferências, hábitos – entre outras características essenciais para que sua estratégia seja um sucesso. Isso significa coletar, filtrar, cruzar e analisar uma infinidade de dados. É aqui que entra o Big Data Analytics – o novo tesouro do mundo business! Se você não ouviu falar sobre o assunto, certamente ouvirá.

O termo Big Data Analytics está relacionado à análise inteligente de grandes volumes de dados, provenientes de diferentes fontes, sejam eles estruturados ou não estruturados. Hoje, softwares de altíssimo desempenho são capazes de coletar, armazenar, processar e interpretar dados com assertividade, tempo e custo reduzidos. Você quer respostas? O Big Data Analytics te dá! E quase que imediatamente, para decisões não mais baseadas em achismos. Com a análise de dados, você consegue identificar e descobrir padrões ocultos, correlações e outras percepções valiosas para o seu negócio. Segundo a Forbes, o mercado de análise de dados superará em breve $ 200 bilhões. Nessa onda, você não surfa sozinho!

E quando falamos em uma infinidade de dados, é uma infinidade mesmo. Só para você ter uma ideia, o volume mundial de dados, segundo o International Data Corporation, deve atingir a marca de 163 zettabytes até 2025, cinco vezes mais do que o volume atual. Tá, mas o que isso significa? Cada zettabyte representa um trilhão de gigabytes. Confuso ainda? Então aqui uma analogia mais prática para você entender o tamanho do problema. É como se você assistisse o catálogo inteirinho da Netflix 489 milhões de vezes. Agora imagine ter que navegar por esse oceano de dados e ter que extrair informações práticas para o seu negócio? No mínimo você gastaria muito tempo e dinheiro. E quando conseguisse algo realmente verdadeiro, talvez fosse tarde demais.

Big Data Analytics serve para minha empresa?

Não importa o tamanho da sua empresa, tipo ou mercado de atuação. Soluções de Big Data Analytics entregam informações importantes para o desempenho de qualquer empresa, extraindo e combinando resultados de diferentes fontes (ferramentas de BI, Log de servidores web, redes sociais, relatórios empresariais, indicadores macro, pesquisas de satisfação etc).

Veja como a arquitetura de microsserviços permite sua empresa aderir às novas tecnologias, integrar com sistemas terceiros e extrair dados de forma automatizada

Quer um exemplo? Com Big Data Analytics você e seu time conseguem identificar quais são os produtos mais procurados e desejados em um determinado local. Equipes de marketing são capazes de entender os resultados e impactos de ações e campanhas. Controlar com precisão os níveis do estoque, prever tendências sazonais de crescimento no consumo de alguns produtos, melhorar processos de logística. E por aí vai, são muitas as possibilidades.

Um conceito novo, só que não

Não é de hoje que as empresas procuram extrair informações a partir de dados. Só que esse processo ficou mais rápido, mais inteligente! E, sim, ganhou mais importância à medida que o digital evoluiu. Nos anos 50, antes mesmo que seus avós imaginassem o que seria Big Data, as análises se restringiam aos números, planilhados manualmente.

Hoje, além de não se prender somente a números, essas análises acontecem em velocidade extremamente superior e com muito mais eficiência, em tempo real. Não faz mais sentido desenterrar informações passadas para usar em decisões futuras. O que acontece aqui e agora sim, faz todo o sentido. A capacidade de agir mais rápido é o que diferencia sua empresa e te dá vantagem competitiva.

Agora que você já sabe o que é Big Data Analytics, fale com a NextTrends e veja como aplicar ao seu negócio.

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese