Novo estudo retrata o impacto do COVID-19 no futuro do trabalho e da Automação

O impacto do Covid19 no futuro do trabalho

A Forrester Consulting, a pedido da UiPath, avaliou o impacto que a pandemia COVID-19 está tendo no futuro do trabalho e da automação. Para explorar esse tópico, a Forrester conduziu uma pesquisa online com 160 tomadores de decisão de grupos de operações, serviços compartilhados, finanças e outras linhas de negócios da França, Alemanha, Japão, Reino Unido e Estados Unidos.

Trouxemos aqui para você, que está envolvido com a transformação digital em sua empresa ou em sua área, um resumo das descobertas para você entender o cenário atual e se preparar para o futuro. Confira:

5 ANOS EM QUATRO MESES: TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ACELERADA

O mundo viu mais transformação digital nos últimos meses do que nos cinco anos anteriores. A automação inteligente (IA) apoiará e acelerará esse aumento. A pandemia dividiu as empresas em aquelas que entendem a necessidade de transformação digital e aquelas que não entendem. De que lado você está?

AUMENTO DA NECESSIDADE DE UMA FORÇA DE TRABALHO CENTRADA NAS PESSOAS

A automação está se mostrando necessária para que as organizações enfrentem os desafios e restrições econômicas pós-pandemia, mas requer uma abordagem sensível ao funcionário. O aprendizado vitalício, o monitoramento da ansiedade dos funcionários e a determinação de como gerenciar recursos dispersos pós-pandemia são territórios novos para a maioria das empresas. Oferecer oportunidades de educação no local de trabalho e aumentar o conjunto de habilidades transferíveis dos funcionários ajudará as organizações a manter uma mentalidade de crescimento e torná-las adequadas para o futuro do trabalho.

HOME OFFICE: O NOVO NORMAL

A pandemia turbinou a tendência do trabalho remoto e o pêndulo nunca voltará completamente. Reduções de custos de escritório, maior retenção de pessoal, desempenho sólido do trabalhador, menor pegada de CO2 entre outros benefícios são atraentes. As barreiras ao trabalho remoto desapareceram repentinamente e as formas flexíveis de trabalho permanecerão em vigor.

RPA EM ALTA: INVESTIMENTOS AUMENTARAM

31% dos tomadores de decisão pesquisados disseram que suas empresas aumentaram seus gastos com RPA nos últimos três meses. 48% dos entrevistados disseram que vão aumentar seus gastos com RPA em 5% ou mais no próximo ano.

As empresas estão usando o RPA para criar agilidade, diversidade e resiliência em suas operações da cadeia de suprimentos (83%) e para lidar com pressões de custo extraordinárias, usando a automação rápida de back-office e tarefas operacionais (80%) e apoiando negócios remotos (75%).

AUTOATENDIMENTO E CHATBOTS MAIS REAIS DO QUE NUNCA

76% estão expandindo os recursos de autoatendimento e 72% oferecendo suporte adicional para chatbot, benéfico para empresas com recursos técnicos limitados. O objetivo deste foco renovado é obter o maior número possível de consultas respondidas pelos agentes virtuais antes que qualquer chamada ou tíquete de suporte seja entregue a humanos, o que reduz a sobrecarga nas centrais de atendimento e os tempos de espera dos usuários, levando a uma melhor experiência.

COLABORADORES ANSIOSOS E INSEGUROS COM O AVANÇO DA AUTOMAÇÃO

As preocupações pré-pandêmicas dos funcionários sobre a automação de empregos pioraram. Em suma, o impacto da perda de empregos é mais profundo do que nunca. Juntamente com os problemas de saúde pandêmicos e a falta de contato humano no trabalho, as pessoas estão cada vez mais ansiosas. Com a automação avançando em um ritmo tão rápido, 57% dos entrevistados disseram que seus funcionários estão moderadamente ou muito ansiosos em relação à capacidade de ter sucesso em seus empregos.

As organizações que não conseguem lidar com a ansiedade de seus funcionários neste momento de incerteza correm o risco de ter uma força de trabalho desmotivada e despreparada para o futuro do trabalho e correm o risco de perder habilidades valiosas que a automação não pode substituir.

Sessenta por cento dos tomadores de decisão concordaram que fornecer certificações no local de trabalho para habilidades digitais ajuda seus funcionários a lidar com os efeitos potenciais da automação e os prepara para o futuro do trabalho, enquanto 56% disseram que suas empresas estão trabalhando para equipar sua força de trabalho com as habilidades certas para acompanhar a natureza em evolução da tecnologia.

A seguir, as recomendações da Forrester:

  • Use IA para enfrentar os desafios do COVID-19 de frente. Revise seu roteiro de automação de forma proativa. Veja o avanço da colaboração e da tecnologia de automação inteligente como uma oportunidade para aumentar a autoestima do trabalhador e construir pequenas equipes de trabalho inovadoras.
  • Os gerentes preparados para o futuro usam a transformação digital para criar equipes multifuncionais de TI, negócios, operações e ciência de dados. Com uma estrutura mais horizontal, os funcionários reagem às mudanças rapidamente e gastam menos tempo em comunicações complicadas e ineficazes.
  • Reconheça que a automação e a pandemia mudam a forma como trabalhamos e podem levar a novas formas de ansiedade digital. Por exemplo, as pessoas ficam mais felizes no trabalho se estiverem progredindo, mas se a automação não as ajudar, haverá ansiedade.

Veja também: Continuidade dos negócios em meio à pandemia é viabilizada pela automação

Fonte: UiPath